Entidades também deliberaram pela participação do movimento sindical nos atos convocados para 11 de agosto

Por unanimidade, as centrais sindicais aprovaram o apoio unitário à “Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em Defesa do Estado Democrático de Direito” e ao manifesto “Em Defesa da Democracia e da Justiça”. Em reunião nesta quinta-feira (28), na sede da UGT (União Geral dos Trabalhadores), as entidades também deliberaram pela participação do movimento sindical nos atos convocados para 11 de agosto.

Na mesma data, a “Carta” – um documento pró-democracia e anti-Bolsonaro – será apresentada publicamente em evento na Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo). A Campanha #ForaBolsonaro aproveitou o pretexto da mobilização e reagendou para dia 11 sua próxima manifestação nacional – que estava prevista, inicialmente, para 6 de agosto.

Antes, em 2 de agosto, as centrais participam da manifestação da Coalização em Defesa do Sistema Eleitoral por eleições livres e contra a violência política. A atividade será realizada na sede do Senado, em Brasília.

Além da UGT, vão aderir ao manifesto a CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), a CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), a CUT (Central Única dos Trabalhadores), a Força Sindical, a Intersindical – Central da Classe Trabalhadora, a NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores) e a Pública – Central do Servidor.

VERMELHO

https://vermelho.org.br/2022/07/28/centrais-sindicais-aderem-a-manifesto-pro-democracia-e-anti-bolsonaro/