Desde 2016, os trabalhadores informais de aplicativos como Uber, Rappi e iFood praticamente dobraram

,

O Brasil já conta com mais de 1,4 milhão de trabalhadores de aplicativo. Apesar de parecer pouco em relação ao total de pessoas no Brasil, o número representa 31% do total no setor de transporte. Os dados são do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Hoje, cerca de 4,4 milhões de brasileiros trabalham com transportes, incluindo as áreas de armazenagem e correio. Desde 2016, os trabalhadores informais de aplicativos como Uber, Rappi e iFood praticamente dobraram. No primeiro trimestre de 2016, eram 840 mil profissionais trabalhando com transporte de passageiros. Em 2018, a “uberização” já contabilizava 1 milhão e, em 2019, o número subiu para 1,3 milhão.

“Com a ascensão das plataformas de aplicativos para entregas de mercadorias ou transporte de passageiros e o consequente avanço tecnológico que facilita mais contratações de curto prazo, é possível perceber que a quantidade de pessoas com empregos não tradicionais (como autônomos e trabalhadores temporários) teve um crescimento exponencial nos últimos anos”, revelou o Ipea.

Ainda segundo informações do instituto, ocorreu redução no número de autônomos durante o início da pandemia em 2020, mas que se estabilizou nos dois primeiros trimestres de 2021 com 1,1 milhão de profissionais no setor de transporte de pessoas. Já em relação ao transporte de mercadorias, o número atual é de 278 mil trabalhadores.

Com informações do R7

https://vermelho.org.br/2021/10/10/uberizacao-14-milhao-de-brasileiros-trabalham-com-apps-de-transporte/