Por Lu Aiko Otta, Valor PRO — Brasília

O governo pretende liberar até R$ 26,2 bilhões neste ano em recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para construir unidades do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) para as faixas 1,5 e 2 (ou seja, famílias com renda entre R$ 2,6 mil e R$ 4 mil, respectivamente). "É uma medida que o mercado aguarda", disse ao Valor o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto

A assinatura de novos contratos foi autorizada ontem, depois que foi removido um obstáculo: a falta de recursos no Orçamento Geral da União para pagar as subvenções previstas no programa.

___________________________

___________________________

Para o faixa 1,5, são até R$ 47,5 mil por unidade, e, para o faixa 2, R$ 26 mil. Desse valor, 90% são bancado pelo FGTS, e 10%, pelo Tesouro. A falta desses 10% paralisava as contratações, explicou o ministro.

Leia a reportagem completa no Valor Econômico