O enfrentamento ao trabalho escravo contemporâneo ganhou novo espaço na Câmara dos Deputados. A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP) instalou nesta quinta-feira (8) a Subcomissão Permanente de Combate ao Trabalho Análogo ao de Escravo. O grupo será presidido pelo deputado Túlio Gadêlha (PDT-PE) e terá relatoria da deputada Érica Kokay (PT-DF).

Richard Silva/PCdoB na Câmara
Marcivênia e Túlio Gadêlha, que vai presidir a subcomissão, na mesa durante a instalação do novo colegiadoMarcivênia e Túlio Gadêlha, que vai presidir a subcomissão, na mesa durante a instalação do novo colegiado
Na reunião de instalação do colegiado, ficou estabelecido que os deputados também tratarão da erradicação do trabalho infantil e do combate ao tráfico de pessoas.

A deputada Professora Marcivânia, presidente da CTASP, participou da instalação do colegiado. Para ela, mais que um diagnóstico, será importante a subcomissão apresentar encaminhamentos legislativos para fortalecer o combate a esta prática ainda existente no Brasil.

“Precisamos erradicar o trabalho escravo no nosso país. É muito triste ainda termos de conviver com essa realidade. Trabalho decente é um direito humano e a gente precisa ir em busca dessa realidade para todos”, pontuou a parlamentar.


Fonte: PCdoB na Câmara