Estado aparece como o terceiro em criação de novos postos de trabalho no País
Paraná tem saldo positivo de 67 mil empregos com carteira assinada neste ano
Em novembro, saldo do emprego no Paraná foi de 5.450 vagas (Foto: José Fernando Ogura/ANPr)

O emprego formal no Paraná manteve a tendência de crescimento em novembro de 2018, com 5.450 novas vagas formais criadas — diferença entre admissões e demissões —, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (20) pelo Ministério do Trabalho. De janeiro a novembro o Estado acumula um saldo de 67.016 vagas formais criadas, sendo o terceiro entre os estados brasileiros na geração de novas vagas de trabalho, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais no período.

No Brasil, o mês de novembro teve um saldo também positivo de 58.664 postos de trabalho, equivalente à variação de +0,15% em relação ao mês anterior. No acumulado do ano houve crescimento de 858.415 empregos, uma variação de +2,27%. O acréscimo, nos últimos 12 meses, é de 517.733 postos de trabalho, correspondente à variação de +1,36%. 

Em outubro o Paraná havia gerado 6.937 vagas de emprego com carteira assinada, sendo o melhor resultado para o mês de outubro desde 2013 e que representou um aumento de 46%, se comparado ao ano anterior. Comércio, Serviços e a Indústria de Transformação foram os setores que mais contribuíram para o avanço na contratação neste final de ano no Estado.

Brasil vai ganhar até 80 mil novas vagas de estágio até março de 2018 
Dados do Centro Integração Empresa-Escola (CIEE) projeta 80 mil novas vagas de estágio ofertadas entre dezembro de 2018 e março de 2019 no País. O crescimento é bem-vindo pelos estudantes, já que desde 2015 as vagas de estágio estavam em queda.
“Quando as empresas pensam em aumentar seus quadros, querem pessoas que contribuam para seu crescimento e desenvolvimento. Enxergam nos estagiários profissionais interessados, dispostos, com vontade de aprender e crescer”, avalia o professor Ademir Bueno, do curso de Administração do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Bem Paraná