Com a entrada em vigor da nova legislação trabalhista, no próximo dia 11, representantes da Justiça do Trabalho, sindicalistas e trabalhadores preveem queda na renda do trabalhador e, consequentemente, no consumo das famílias e na atividade econômica. A audiência pública foi realizada na manhã desta segunda-feira (6) pela Subcomissão do Estatuto do Trabalho da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

                    

Fonte: Agência Sindical, 07 de novembro de 2017