Milhares de chilenos foram às ruas no domingo (3), em todo o país, em mais um protesto contra o sistema de previdência privado, conhecido como AFP (Administradoras de Fundos de Pensão). Esse foi o terceiro grande protesto nacional realizado em 2017.

Convocada pelo movimento Não+AFP, a manifestação cobrou um novo sistema de seguridade social e repudiou uma lei apresentada pelo governo que pouco altera o modelo atual.

                                     

                                       

Fonte: Agência Sindical, 06 de setembro de 2017