Com votação prevista para esta semana, relatório da medida provisória de socorro ao setor aéreo sofre com pressões por alterações vindas do governo