Imprimir PDF

Procon aponta alta variação no preço de materiais de construção no Paraná


Órgão de Maringá (PR) verificou o preço de 44 produtos, em nove lojas.

Para alguns produtos, variação é superir a 100%.

Uma pesquisa realizada pelo Procon de Maringá, no Norte do Paraná, mostrou que a variação de preço dos materiais de construção na cidade pode chegar a 100%, dependendo o local escolhido pelo consumidor. O órgão verificou o preço de 44 produtos, em nove lojas.

O piso de cerâmica, por exemplo, é vendido por R$ 6,99 em um lugar e por R$ 12,30 em outro. O galão de massa corrida PVA tem diferença de 90%. Mas o campeão foi o registro d'água. A mesma peça chega a custar 133% a mais de uma loja para outra.

Para os donos de lojas a diferença é porque a pesquisa não levou em consideração a marca dos produtos. Carlos Eduardo Urgnani, gerente de uma loja que vende materiais para construção civil, afirmou que a pesquisa pode ter comparado um produto básico com um mais luxuoso.

O mesmo levantamento foi realizado em 2010 e quando os preços são comparados, percebe-se que o reajuste foi de 6%. O diretor do Procon de Maringá, Dorival Dias, explicou que no período de um ano, os preços subiram apenas a inflação.

Dias afirmou que o problema não é este aumento no preço e sim a variação de uma loja para outra.

Fonte: G1, 10 de agosto de 2011

 

FETRACONSPAR - Federação dos Trabalhadores nas Industrias da Construção e do Mobiliário do Estado do Paraná
Rua Francisco Torres, 427 - Centro - Cep. 80060-130 | Curitiba - Paraná | Brasil

Fone: (41) 3264-4211 | Fax: (41) 3264-4292 | Email: fetraconspar@fetraconspar.org.br